ONDE É A CIDADE DE DEUS?

Onde é a Cidade de Deus?
Li em Hebreus 13.14 que “neste mundo não temos cidade que dure para sempre e que, por isso, nos cabe procurar pela cidade que virá depois”. Que cidade será esta? Na Bíblia, ela, a cidade, sempre está no centro das atenções. Nela se escreve sobre Babilônia, Nínive e Jerusalém... Numa delas está o palácio do Faraó. Em Jericó tem muralhas e em Belém Maria e José tiveram dificuldades para encontrar uma hospedaria. Em vez de ser fria ou quente, Laodicéia preferiu ser morna. Em Corinto se falava de pessoas que articulavam línguas angelicais, fé e esperança. Lá se disse que o amor sobrepuja a tudo. Também tem Roma, a cidade do poder e do dinheiro. Ali, atrás dos muros, Paulo fez boa Teologia e, junto, escreveu cartas para irmãs e irmãos queridos que habitavam em Jerusalém e arredores. A Bíblia leva a cidade em conta. A cidade é o lugar onde a vida acontece. Nela não se pode fugir da pergunta pela justiça e nem tampouco da responsabilidade de propiciar melhorias. Já morei em Santa Cruz do Sul, Tenente Portela, Ivoti e Sapiranga. Já dei de mim em Porto Alegre, Cianorte e Cidade Gaúcha. Vivi tempos interessantes em Cruz Alta, Florianópolis e Munique. Também experimentei o sabor de Joinville e Blumenau. O fato é que ainda procuro a que virá depois. Opa! Vou me agarrar às penas da águia que voa sobre mim e voar para a cidade onde Deus está junto das pessoas. Ali, certamente, vou reencontrar quem me ama; vou rever os meus quadros na parede; vou reler os livros que mais gosto. Que coisa! Estou estupefato! Quanta alegria! A cidade de Deus é aqui! Um lugar que eu já conhecia através da leitura do Evangelho; da audição da prédica; do testemunho engajado da minha avó...